30/06/2008

Porque há o direito ao grito.
então eu grito.
Clarice Lispector

cara de quê?

De sorrisos a vida dela era lotada, mas as pessoas sorriam apenas pra constar a abertura de lábios. Que triste esse tipo de risada, a que nem soa. Ela sabia ao certo cada cor amarela que lhe aparecia na frente, e aos poucos foi desenvolvendo a maneira de não ligar pra isso. Então, vivia dizendo o que muitos não entendiam sobre o mais importante ser o humor, o bom humor. Que dureza conviver com as sobrancelhas fechadas e rugas formadas. Caras de bosta. E na maioria das vezes isso é o que servem todo dia. Mas mesmo assim, determinada aos bons ventos, ela insistia no verdadeiro riso e seguia, e o bom humor ia onde ela ia, enquanto as caras de sal continuavam ali, achando, fingindo, perdendo tempo. Coitadas.

25/06/2008

somos todos iguais

Hoje pela manhã de sobressalto li o quadrado em destaque do Estado de São Paulo que dizia MORRE RUTH CARDOSO. Nunca escondi minha admiração ao FHC, do qual admiro como político e ser humano. Hoje com essa notícia senti o breve futuro, acabou-se também o nosso ex-presidente. Depois de 55 anos juntos ele ficará muito só sem sua Ruth, a companheira que ele descreveu em sua biografia como par, pra tudo e por tudo. Imagino o que se passa hoje na sua cabeça lá na Sala São Paulo, o que se passará amanhã em seu apartamento em Higienópolis e o que será daqui pra frente. Sim, é Fernando Henrique Cardoso, o ex-presidente, o PSDbista que alguns detestam (eu não) o homem público, mas também simplesmente um marido que fica viúvo e só, sem sua grande companhia da vida. Aécio Neves disse aos repórteres hoje sobre o relacionamento dos dois: Se conversavam sem precisar de palavras.

Eu sinto que era de fato assim.

E lá se vai mais uma grande realizadora. RUTH CARDOSO, virginiana de 19 de setembro.
* 1930
t 2008.

22/06/2008

vaquejada




Na Festa Junina desse ano meus picutas dançaram mais bonitos do que nunca. Cavaleiros e damas, domadores dos bons, cavalgadas e muito laço. Virgem Mãe, derreter de orgulho foi pouco.

19/06/2008

cantoria

Enquanto corro canta o vento, e ouvir seu desembaraço embaraçando meu cabelo faz cócegas em minha alma. Aí eu canto junto.

16/06/2008

nos braços do povo

..."Jamelão é uma frutinha preta. No começo da minha carreira fui a uma gafieira e o dono me botou pra cantar. Ele foi para o microfone e anunciou: Vou chamar aquele pretinho, o Jamelão. O apelido pegou".

.....................................................................................

Lembro de pequeninha do meu pai lá em casa cantando Exaltação à Mangueira: Mangueira teu cenário é uma beleza, que a natureza criou... . Todo carnaval a gente ficava acordados, assistindo aos desfiles que pareciam mais nossos. Pela TV o grande momento sempre era a hora da Mangueira desfilar. Aprendi a ter adoração pela Mangueira e respeitar a tradicionalíssima Portela e ainda a bateria de Padre Miguel, porque papai falava que no Rio de Janeiro tinham 3 coisas a se reverenciar além da beleza natural e do Cristo Redentor: essas 3 escolas de samba e de vida e seus maiores diferenciais. O da Estação Primeira de Mangueira, era Jamelão.

Sábado de madrugada ele se foi. Viveu até onde quis e ainda no último caranaval esteve lá na passarela. De voz forte e gênio idem, brigava nos tempos áureos pela notas e sempre ganhava 10. Era vascaino e um dia numa entrevista que ouvi ele dar, disse que perdeu seu grande amor para o samba, mas não fazia mal, paciência. Foi considerado o maior intérprete brasileiro não só de sambas-enredo, mas também das músicas de Ari Barroso e Lupicínio Rodrigues.

Eu vi Jamelão cantar e pude com ele torcer pela Verde e Rosa.

Vai mestre Jamelão, sei que agora cada trovão que der em dias de chuva, certamente vão estar mais afinados por causa da tua voz no céu.

decisões


Decisões são quase sempre difíceis de se tomar. Isso porque por mais que sejam boas, há sempre a dúvida do que você ainda não viveu, é, pois se já tivesse vivido, não estaria tomando nova decisão. Parei pra pensar assim outro dia depois de tantas dúvidas. Porque a decisão nem sempre é pra mudar algo ruim, muitas vezes inclusive é pra trazer algo muito melhor, mas você sabe disso? Até desconfia, quase tem certeza, mas no fundo recea. E é aí que o que pode ser mais, vira menos. O que é menos, cria uma intensidade pra tantos mais, na maioria das vezes desnecessários, e as energias esgotam.
Por exemplo, pra eu decidir alguma coisa,levo pouquíssimo tempo. Pra ter coragem de assumir minha decisão uma pá. É que geralmente quero decidir muita coisa junta. É uma decisão que puxa outra, que traz mais uma que ainda nem se pensava em decidir. Acaba que isso interrompe a clareza e por consequência a firmeza. O raciocínio também é meu inimigo nessa hora, e irmão do receio, lota minha caixa mental de serás? E esse engano de querer a resposta, te leva pra mais longe ainda do que já se sabe há muito.
No fim depois de tantas idas e vindas, descobre-se o óbvio de que não há outro jeito de saber a não ser viver a decisão. Passar para o outro lado da pergunta, ser a própria resposta. Portanto Cice, hoje dia 15 de junho você já sabe, por mais pontos que possam existir a decisão está tomada. Siga. Vá em frente e carregue com isso tudo o que você quer levar. Irá tudo, e todos, e será assim porque está escrito. Vá ser feliz. Como sempre foi até aqui.

13/06/2008

Santo Antonio

Santo Antonio é o santo que a minha mãe mais gosta. É até esquisito dizer isso porque ela adora Santa Terezinha também e São José e Frei Galvão.., pode parecer contrário, mas acreditem minha mãe não é uma carola, é que ela tem o telefone vermelho com o céu, ela tem fé.
Mas voltando a Santo Antonio, apesar de ser famoso por ser o Santo casamenteiro, Santo Antonio tem uma força muito maior do que achar pares, ele é um grande intercessor porque também foi um dos que abriu mão de tudo pra ficar com Deus. Nascido em 15 de agosto de 1195, de nome verdadeiro Fernando, tornou-se padre por ter no espelho da família uma grande devoção. Antonio sempre procurou as missões, foi pra África, mas adoeceu e voltou, caiu na Sicilia, conheceu Franciso (é, esse mesmo, São Francisco), ficaram chapas. Sua maior característica que era a introspecção e a quietude, foi também o grande canal de sua santidade, porque quando Antonio falava, ele mobilizava totalmente a multidão. O mais legal de Santo Antonio é que ele foi primeiro Antonio "o santo", e isso o deu a canonização praticamente imediata num processo tão complexo. Ele realizava como qualquer um de nós podemos realizar. Ia à frente das batalhas, arrumava as injustiças, produzia críticas no povo e colocava a mão literalmente na massa. Com os dons da bilocação e levitação, rarííiissimos, um dia salvou seu pai numa cidade equanto pregava em outra, isso mesmo, ele estava de corpo presente nos dois lugares ao mesmo tempo, e não raro muitos sempre o viam com os pés sem tocar no chão. Antonio o santo, além de milagres, arrumava, enfrentava e produzia nos padrões terrenos.

Ainda novo ele se foi. Em 13 de junho de 1231.

Decidiu despedir-se da humanidade em Pádua na Itália, o que faz até hoje Lisboa brigar pelo seu "sobrenome". Ele chegou na cidade e disse, vou me despedir de vocês por aqui, e assim foi. Assim morreu. Na mesma hora crianças que estavam brincando e nem sabiam da existência daquele homem e tão pouco o seu nome, sairam correndo gritando: Santo Antonio morreu hoje, Santo Antonio morreu.

Curiosidade: sua língua está até hoje intacta, viva, com sangue. Isso pelo poder de proclamação desse homem que virou santo. Essa relíquia fica lá em Pádua pra quem quiser ver, na igreja de Santo Antonio, onde minha mãe, aos prantos, chegou um dia bem na hora da comunhão.

Santo Antonio, um beijo pro cê. Espero ter contado direitinho a tua história.

12/06/2008

declaração de amor





Gordo querido. Meu grande amor. Ter você me assegura de acertar mais. De recorrer aos teus braços quando me canso e saber que eles sempre me suportarão. De confiar que tua voz me diz serenamente sim e não, e que de qualquer forma me diz o melhor. Ter você é poder agradecer a cada dia a nossa história, nosso encontro de amor e nossos filhos. Ter você também é divergir, destoar e com isso completar as mandalas que se formam. Ter você é me ter igualmente serena. Te amo. Feliz dia dos Namorados.

08/06/2008

generosidade

Conversando com o meu irmão ele falou uma coisa que não sai mais da minha cabeça. Por mais que pareça óbvio vale a pena gravar: PRESTE ATENÇÃO NO QUE AS CRIANÇAS GOSTAM DE BRINCAR. Falávamos de futuro no presente. Enxergar realmente o que nossos filhos mais gostam de fazer através da brincadeira é o segredo para empurrá-los pra felicidade. Fui uma criança livre, papai e mamãe nos deixavam ser. Fui pro caminho que mais gostava, apesar de lembrar com água na boca das revistas de moda que eu recortava e das modelos que eu mesma criava. Unia roupas de uma com os sapatos de outra e redesenhava figurinos. Ficava ali horas e horas, transformando. E até hoje gosto disso. É, talvez eu pudesse ser uma estilista, porque até costurar eu tinha vontade, mas sou publicitária. Analisando meu grau de satisfação, concluo que o que sou hoje não deixa de ser uma fonte de criatividade.

Sobre meus filhos, Bia adora ler e interpretar, inventar histórias e fatos. Julia leva o maior jeito com desenho e pintura, um capricho. Pedro já é minucioso e adora montar quebra-cabeças difíceis para sua idade. Junto com isso eles gostam de jogar bola, dançar e correr por tudo. Eu, desde essa conversa, fico olhando os detalhes das brincadeiras e procuro deixar eles serem o que querem ser. Estimular é meu papel. Só esse. E por mais que pareça óbvio, a gente escorrega muito e no fundo no fundo faz uma forcinha pra eles serem a nossa vontade, a nossa imagem da inteligência e do sucesso, aquilo que queremos que os outros achem deles.

Aí erramos feio, e muitas vezes erramos por eles o que eles ainda nem saberiam se estava certo. Então, prestem atenção no que as crianças gostam de brincar e nos seus sorrisos com as brincadeiras. E ponto final.

05/06/2008

Coleções

Adoro coleções. Colecionar gosto também. Gosto na verdade das coleções que já foram perseguidas, desejadas e já ficam formadinhas pra todo mundo ver. Adorava a coleção de maço de cigarro do Flávio, a de selos do meu pai, a de chaveiros do Géjo. A de papel de carta da Patricia gostava mas não muito, era muito bege... Cheguei a colecionar figurinhas, livros do Garfield, botons pra mochilas e revistas de moda, mas minha especialidade sempre foi colecionar pessoas. Namorados (bela coleção) e amigos, tios dos outros que passavam a ser meus. Causas e propósitos. Hoje muitas coleções se foram. Os maços sumiram, os papéis amarelaram, mas uma delas, minha, se mantém, intacta e eterna. A melhor coleção que fiz. De gente boa e soluções. Essa fica nova a cada dia, cresce ao invés de apenas marcar lembrança. Acertei na mosca. Colecionei certo.

todo o tempo do mundo

Puxa tava com saudade desse cantinho. Fazia dias que eu nem apontava o nariz nessa janela. Não, não era por causa da chuva, nem do frio porque adoro os dois, era por causa do tempo que insiste em querer que eu o queira, mas eu não quero assim. Só o quero por conta de entendê-lo. E como hoje eu sei, cá estou novamente, com todo o tempo do mundo.

guardadinho

eu sou

Minha foto
Gosto de boniteza, de arrumação, da moda dos anos 30. De margaridas e pérolas verdadeiras. Gosto da noite, de gente dando risada, do sabor colorido de um prato de feijoada. Gosto de sair e de mudar, gosto de família, de amigos e com eles estar. Gosto de dança e de criança, e gosto muito, muito do mar.